quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Corrupção: PF encontra dinheiro escondido nas nádegas do vice-líder do governo Bolsonaro no Senado

www.seuguara.com.br/Chico Rodrigues/governo Bolsonaro/corrupção/
O vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), foi um dos alvos da operação Desvid 19 deflagrada pela polícia federal nesta quarta-feira (14) em Boa Vista (RR), que apura um esquema de desvio de recursos públicos, oriundos de emendas parlamentares, destinados ao combate da pandemia do coronavírus.
www.seuguara.com.br/senador/Chico Rodrigues/dinheiro na cueca/governo Bolsonaro/

De acordo com a reportagem da revista Crusoé, os policiais estiveram na casa do parlamentar onde forma encontrados cerca de R$ 30 mil em dinheiro vivo, e boa parte desse valor estaria escondido na cueca do senador. Os agentes teriam se dado conta, que ele estaria escondendo dinheiro entre as nádegas. Inclusive, algumas notas estariam sujas de fezes, segundo a publicação.

A investigação da PF, onde também atua a Controladoria-Geral da União (CGU), apura que os valores desviados de recursos de combate à Covid-19 no estado somam aproximadamente R$ 20 milhões em emendas parlamentares.


Em nota divulgada mais cedo, antes da informação de que a PF teria encontrado dinheiro entre suas nádegas, o senador Chico Rodrigues informou que não tem qualquer envolvimento com atos ilegais. "A Polícia Federal cumpriu sua parte em fazer buscas em uma investigação na qual meu nome foi citado. No entanto, tive meu lar invadido por apenas ter feito meu trabalho como parlamentar, trazendo recursos para o combate à Covid-19 na saúde do estado", escreveu o senador. 

O senador ainda não se manifestou sobre a informação trazida pela revista Crusoé.

Confira a íntegra da reportagem aqui


Via: Fórum

Imagem: reprodução/Instagram


[Vice-líder flagrado com dinheiro na cueca tentou dificultar operações da PF contra parlamentares: "O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), (...) já propôs um projeto para dificultar operações da PF contra parlamentares. No texto, ele menciona como exemplo buscas contra o líder do governo no senado, Fernando Bezerra (MDB-PE). Em proposta de emenda à Constituição, Rodrigues sugeriu que as buscas e apreensões contra parlamentares dentro do Congresso só poderiam se feitas após autorização da maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). (...) O texto acabou arquivado. Além disso, o projeto não impediria Rodrigues de ser alvo da operação desta quarta-feira (14), já que ele estava em casa". 

"No dia 19 de setembro, a Polícia Federal fez buscas no gabinete de Fernando Bezerra, com objetivo de apreender documentos e arquivos digitais, no gabinete do senador, na Câmara dos deputados e em também nas cidades do Recife e Petrolina, em Pernambuco, e João Pessoa, na Paraíba".

(...) "as denúncias apontavam irregularidades em obras no Nordeste, como a transposição do Rio São Francisco, no período em que Bezerra foi ministro da Integração Nacional, no governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT)".]


[Quem é Chico Rodrigues, o senador flagrado pela PF com dinheiro na cueca: (...) "o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) é político profissional desde a década de 1980. (...) passou 20 anos consecutivos na Câmara dos deputados e chegou a assumir o governo de Roraima, tendo seu mandato cassado. Chico Rodrigues emprega em seu gabinete no Senado o assessor parlamentar Léo Índio, primo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, que já disse ter "quase uma relação estável com o senador".]


[O Superior Tribunal Federal (STF) determinou o afastamento do senador Chico Rodrigues por 90 dias

***

  

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger