sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

"Forcem-nos a pagar mais impostos", pedem milionários em carta aberta

Por Fernanda Strickland, no Correio Braziliense: É sabido que as pessoas que têm mais dinheiro pagam menos impostos, enquanto os mais pobres pagam cada vez mais. Porém, até esta terça-feira (19/1), não havia reclamações formais da própria classe. Em encontro virtual promovido pelo Fórum Econômico Mundial, contudo, um grupo de milionários e bilionários lançou um apelo para líderes políticos e empresariais: "Forcem-nos a pagar mais impostos".
www.seuguara.com.br/milionários/impostos/

Autointitulado "Milionários patriotas", o grupo que realizou o apelo aponta que os ultraricos - pessoas com altíssimo valor de mercado - não são obrigados atualmente a pagar sua parte na recuperação econômica global, após a crise provocada pelo coronavírus.


O apelo foi assinado por mais de 100 pessoas mais ricas do mundo, como uma herdeira do grupo Disney. Na carta aberta, o grupo afirma que, como milionários, sabem que o atual sistema tributária não é justo.

"A maioria de nós pode dizer que, enquanto o mundo atravessou uma carga imensa de sofrimento nos últimos dois anos, nós na verdade vimos nossa fortuna crescer durante a pandemia - poucos ou nenhum de nós pode honestamente dizer que paga nossa parte justa de impostos", afirmam no documento.


Em 2021, mais de 130 países concordaram em estipular uma alíquota mínima global de impostos para multinacionais, dificultando assim sua estratégias para escapar dos tributos. Porém, os milionários apontam que as pessoas físicas que estão entre os mais ricos do mundo ainda contribuem pouco.


Imagem: reprodução/Foto: Fabrice Coffrini


[Pandemia da desigualdade: 10 super ricos ficaram mais ricos, 99% da humanidade ficou mais pobre: "Os dez homens mais ricos do mundo mais que dobraram sua fortuna nos últimos dois anos. Seu patrimônio reunido passou de 700 bilhões para 1,5 trilhão de dólares - um ritmo de faturamento de 15 mil dólares por segundo, ou 1,3 milhão de dólares por dia durante a pandemia. No mesmo período, a renda de 99% da humanidade caiu significativamente."] 


[Um novo bilionário surgiu a cada 26 horas durante a pandemia, enquanto a desigualdade contribuiu para a morte de uma pessoa a cada quatro segundos: (...) "Os 10 homens mais ricos do mundo têm hoje seis vezes mais riqueza do que os 3,1 bilhões mais pobres do mundo", afirma Katia Mais, diretora executiva da Oxfam Brasil.

"No Brasil, são 55 bilionários com riqueza total de US$ 176 bilhões. Desde março de 2020, quando da pandemia foi declarada, o país ganhou 10 novos bilionários. O aumento da riqueza dos bilionários durante a pandemia foi de 30% (US$ 39,6 bilhões), enquanto 90% da população teve uma redução de 0,2 entre 2019 e 2021. Os 20 maiores bilionários do país têm mais riqueza (US$ 121 bilhões) do que 128 milhões de brasileiros (60% da população)."

***


RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger