quarta-feira, 1 de maio de 2013

Dia do Trabalho - Protestos marcam o 1º de Maio pelo mundo


Hoje, 1º de Maio, Dia do Trabalho, há júbilo e também desesperança em várias partes do mundo. Enquanto muitos trabalhadores comemoram conquistas de direitos sociais ao longo da história, milhares protestam quanto a retirada desses direitos. Na Grécia, milhares abandonam seus postos de trabalho e param balsas, trens e hospitais para realizarem manifestações.
Os protestos devem se espalhar pela Espanha contra corte de gastos do Governo, que atingem diretamente a classe trabalhadora. Em Istambul a polícia turca usou gás lacrimogênio para dispersar a multidão. Os dois maiores sindicatos da Espanha, onde o desemprego atinge o recorde de 27%, convocaram os trabalhadores para mais de 80 manifestações pelo país.


O secretário geral da organização sindical da CCOO, Ignácio Fernadez Toxo, em artigo para jornal financeiro El Economista criticou "a enorme irresponsabilidade"do governo que permitiu que o desemprego chegasse a esse nível. O líder sindical da UGT, afirmou que o fato de ter mais de 6 milhões de pessoas desempregadas significa que "nunca houve um 1º de maio com mais motivos para ir às ruas".

Em Atenas, foram convocados mais de mil policias para conter violência e excessos durante as manifestações e greves do setor público e no setor privado. A Grécia enfrenta o sexto ano de recessão e fúria popular devido a cortes de salários e gastos por parte do Governo. 

"Nossa mensagem hoje é muito clara: chega dessas políticas que machucam as pessoas e tornam os pobres mais pobres", disse Ilias Iliopoulos, secretário geral do sindicato do setor público ADEDY.

A crise econômica na Europa é muito grande. E atinge particularmente a classe trabalhadora. No Brasil, graças as ações governamentais positivas, o nível de desemprego vem caindo ao longo dos últimos meses. No entanto, algumas classes de trabalhadores ainda sofrem com a tentativa de redução de direitos adquiridos. Empresas e bancos vem sendo beneficiadas com subsídios regulares, como a redução temporária de determinados impostos. Mas, os bancários, por exemplo, cruzaram os braços na véspera deste 1º de Maio em protesto à nova proposta de redução de salários imposta pelo patrão.  

Para muitos há pouco a se comemorar. Novos tempos indicam que a luta dos trabalhadores deve prosseguir com coragem. 


Contudo, Um feliz dia do trabalho! Inclusive para os que hoje estão trabalhando.


Fonte da informação: Reuters/Gazeta do Povo
Imagem: reprodução. 



RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e compartilhe. Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger