quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Justiça: Tribunal divulga documento que pode inocentar ex-presidente Lula

Por Mino Pedrosa - "Este jornalista traz com exclusividade a decisão da juíza da 2ª Vara de Execução e Títulos no Distrito Federal, Luciana Torres de Oliveira, que chancela como proprietária do polemico tríplex, a empreiteira OAS Empreendimentos. A decisão da juíza contradiz frontalmente a força tarefa da operação Lava Jato. O nó da forca que apertava o pescoço do ex-presidente Lula no julgamento do dia 24 de janeiro pode afrouxar e livrá-lo do cadafalso. 


Os advogados do ex-presidente apresentaram ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região documentos referentes a penhora do apartamento tríplex do Guarujá em nome da empreiteira OAS EMPREENDIMENTOS, publicados com exclusividade no site Quidnovi, por este jornalista.

A petição dos advogados do ex-presidente Lula, ao desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da 8ª Turma que julga os recursos da Operação Lava Jato, sera anexada aos documentos do processo que tramita em Porto Alegre, que atribui o tríplex do Guarujá ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A juíza Luciana Torres de Oliveira, que determinou a penhora de quatro apartamentos, entre eles, o tríplex, espediu alvará confirmando que a verdadeira proprietária do imóvel é a empreiteira OAS.

Segundo o advogado de defesa do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin Martins, o fato de a matrícula estra em nome da OAS empreendimentos, comprova que o imóvel pertence à empresa, e não ao ex-presidente. Segundo ele, os novos documentos devem ser levados em consideração jo julgamento do recurso. A "OAS sempre foi e continua sendo a proprietária desse apartamento tríplex". 

"Além da OAS se comportar como proprietária envolvendo o apartamento em operações financeiras com fundos da Caixa Econômica Federal, agora, o apartamento também está respondendo pel dívida da mesma OAS por determinação judicial". Agora é a justiça, por meia da juíza Luciana Torres de Oliveira, que está reconhecendo a OAS empreendimentos, como proprietária do imóvel, pelo alvará de penhora.

Os advogados do ex-presidente Lula anexaram as reportagens publicadas de autoria deste jornalista em sua defesa.

O site Quidnovi publica agora, também com exclusividade, o documento Termo de Penhora expedido pela juíza, Luciana Torres de Oliveira da 2ª Vara de Execução e Títulos no Distrito Federal, expedido em favor da empresa MACIFE SA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, CNPJ 33.034.208/0001-80."

http://quidnovi.com.br/wp-content/uploads/2018/01/INDIGITADO-IM%C3%93VEL-Lula.pdf

Fonte: Quidnovi/falandoverdades.com.br
Imagem: reprodução

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger