sábado, 2 de maio de 2020

Concedi entrevista à Veja para me defender de fake news, diz Sergio Moro

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro afirmou em sua conta oficial no Twitter que concedeu entrevista à revista Veja para se defender de "fake news" e para explicar sua saída do governo do presidente Jair Bolsonaro. "Concedi entrevista à Revista Veja com a intenção exclusiva de me defender das fakes news (sic) e ofensas e explicar minha saída do Governo, nem mais nem menos, tuitou.

Na entrevista à publicação, divulgada nesta quinta-feira, 30, Moro afirma que apresentará ao Supremo Tribunal Federal (STF) as provas que tem de que Bolsonaro tentou interferir politicamente na Polícia Federal. Ao pedir demissão, o ex-ministro sinalizou que a substituição de Maurício Valeixo no comando na PF era uma manobra de Bolsonaro para ter acesso a dados sigilosos de investigações.

Na mesma quinta, o decano ddo STF, ministro Celso de Mello, determinou que Moro teria de prestar depoimento sobre as acusações em um prazo de cinco dias. A pedido do Procurador Geral da República, Augusto Aras, o ministro abriu inquérito para apurar o caso. Tanto Moro quanto o presidente são investigados

Matheus Piovesana - Estadão Conteúdo
Imagem: reprodução

[Sergio Moro afirma que apresentará ao STF provas contra Bolsonaro: "Em entrevista exclusiva, o ex-ministro da Justiça diz que o governo nunca priorizou o combate à corrupção. "E quais eram as motivações políticas? Reitero tudo o que disse no meu pronunciamento. Esclarecimentos adicionais farei apenas quando for instado pela Justiça. As provas serão apresentadas no momento oportuno, quando a Justiça solicitar. 'Não posso admitir que o presidente me chame de mentiroso'"]

[Ex-ministro Sergio Moro depõe à Polícia Federal, em Curitiba: O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, chegou para depor na Superintendência da Polícia Federal (PF), por volta das 13h50 deste sábado (2). O depoimento começou pouco depois das 14h. Moro deve ser questionado sobre as acusações de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir no trabalho da PF e em inquéritos relacionados a familiares. O inquérito (...), vai investigar se as acusações de Moro são verdadeiras. Se não forem, o ex-ministro poderá responder na Justiça por denunciação caluniosa e crimes contra a honra.] 

***

RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger