terça-feira, 10 de agosto de 2021

Política: "Universidade deveria ser para poucos", diz ministro da Educação

Em entrevista à TV Brasil no programa "Sem Censura" desta segunda-feira (0-9), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse que "universidade deveria ser para poucos, nesse sentido de ser útil à sociedade". Segundo o ministro, os institutos federais, que formam técnicos, serão a "grande vedete" do futuro, ou seja, os protagonistas.
www.seuguara.com.br/Milton Ribeiro/ministro da Educação/universidade/

Ribeiro afirmou que, em países como a Alemanha, poucos fazem universidade. "Tenho muito engenheiro ou advogado dirigindo Uber porque não consegue colocação devida. Se fosse um técnico de informática, conseguiria emprego, porque tem um demanda muito grande".


O ministro da Educação falou ainda sobre ideologia política de educadores e reitores. "Não é no meio de uma guerra que a educação pode progredir. Se a gente for discutir com os professores sobre a ideologia deles, a gente nunca vai chegar a um consenso", disse ao afirmar que essa foi a 1ª conversa que teve com os reitores das universidades federais ao assumir o ministério.


Segundo ele, alguns reitores optaram por "visão de mundo à esquerda, socialistas". Afirmou que mantém diálogo com os gestores das universidades, mas disse que "reitor tem que cuidar da educação e ponto-final" e "respeitar quem pensa diferente". "As universidades federais não pode se tornar comitê político de um partido A, de direita, e muito menos de esquerda, disse Ribeiro.


"Nós estamos vivendo um tempo em que a educação foi tomada por um viés político e ideológico. [...] Infelizmente, alguns maus professores - a grande maioria está querendo voltar e se preocupa com as crianças - fomentam a vacinação deles, que foi conseguida; agora [querem a imunização] das crianças; depois, com todo o respeito, para o cachorro, para o gato. Querem vacinação de todo jeito. O assunto é: querem manter escola fechada", disse o ministro voltando a defender o retorno do ensino presencial nas escolas.


Fonte: Poder360

Imagem: reprodução/Foto: Isac Nóbrega/PR


[Universidade deveria ser para poucos", diz ministro da Educação: "Declaração de Milton Ribeiro é uma síntese do quão irrelevante é a educação brasileira para o atual governo federal. Na entrevista, ministro ainda sugeriu que pobre não paga imposto ao criticar cotas e defender que maioria de alunos ricos precisa ocupar a universidade pública."

(...)

"Ribeiro não comentou, porém, que Bolsonaro não tem respeitado a autonomia universitária ao não nomear reitores vencedores nas eleições internas. O presidente só tem dado posse a reitores 'bolsonaristas' - muitos dos quais não ficaram sequer em 2º lugar nas votações. 

***


RSS/Feed: Receba automaticamente todas os artigos deste blog.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para agregar valor à matéria. Obrigado.

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger