Mostrando postagens com marcador WhatsApp. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador WhatsApp. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 23 de junho de 2020

TSE rejeita dados que permitem identificar disparos em massa de 'fake news' pelo Whatsapp

O corregedor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Og Fernandes, decidiu ignorar documentos do WhatsApp que permitiriam identificar os autores de disparos em massa nas eleições de 2018. Esses dados estão em posse da CPI das Fake News no Congresso Nacional e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em São Paulo.
Leia Mais ►

quarta-feira, 8 de abril de 2020

WhatsApp facilita fazer chamadas de vídeo em grupo

Por Rafael Rigues, no Olhar digital: O WhatsApp facilitou fazer chamadas em grupo. Se o grupo tiver quatro pessoas ou menos, basta tocar no ícone de chamada ou videochamada no topo da conversa para iniciar uma chamada com todos os participantes de uma vez só.

Leia Mais ►

Auxílio emergencial: 'link falso para cadastro é enviado para 6,7 milhões'

Bruna Arimathea - Estadão conteúdo: Links falsos estão circulando na internet para cadastrar pessoas que desejam receber o auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal. Em vez de receber o auxílio, porém, quem usar esses links pode ter seus dados roubados. O golpe já tem 6,7 milhões de compartilhamentos e acessos em todo o País e exige atenção de quem navega pela rede.
Leia Mais ►

segunda-feira, 30 de março de 2020

Ministério da Saúde envia informações sobre coronavírus por WhatsApp

Agência Senado: Ter acesso a fontes confiáveis de informação é imprescindível para manter-se informado sobre assuntos de qualquer natureza. Em tempos de crise como a que o mundo todo passa agora com a pandemia do coronavírus e com facilidades de comunicação postas à mão, como smartphones, esse acesso é questão de vida ou morte, dada a facilidade com que as fake news se propagam.
Leia Mais ►

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Bolsonaro compartilha vídeo de apoio a seu favor e incentivo a protestos contra o Congresso Nacional

O presidente Jair Bolsonaro usou o WhatsApp para compartilhar um vídeo de apoio a si próprio e incentivo aos atos de protestos anunciados por ativistas conservadores e bolsonaristas para o dia 15 de março, contra o Congresso Nacional. A informação foi revelada pela jornalista Vera Magalhães, nesta terça-feira (25), por meio do blog BR Político, no jornal O Estado de S.Paulo.
Leia Mais ►

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

TSE aprova punição a fake news e disparo em massa na campanha eleitoral

Por Marina Barbosa, no Congresso em Foco - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu punir aos candidatos que divulgarem notícias falsas ou fizerem disparo de conteúdo em massa na internet durante a campanha eleitoral do próximo ano. A punição está prevista na resolução que fixa regras da propaganda eleitoral de 2020 e foi aprovada na noite dessa quarta-feira (18) com novidades como uma específica sobre a propaganda eleitoral na internet.
Leia Mais ►

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Política: repórter mostra como opera o "exército" de Bolsonaro no WhatsApp

Por Fred Melo Paiva, publicado em Carta Capital - "Nesse universo paralelo, Bolsonaro é o estadista incorruptível, o filho de Lula está em todas as falcatruas e o STF virou saco de pancadas" - "BOMBA. Olha aí o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) recebendo propina, ele mesmo que chamou o Ministro Sérgio Moro de ladrão. Divulguem sem dó pra esse bandido safado perder o mandato. Isso a Globo ainda não mostrou é em primeira mão. Divulguem (sic)."
Leia Mais ►

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Política: 'Bolsonaro é fraude eleita', por Janio de Freitas

Jornal GGN - Quando o WhatsApp admite que foram violadas normas com os envios maciços de mensagens "para atingir um grande número de pessoas", de forma ilegal, nas eleições 2018 que deram vitória a Jair Bolsonaro, a campanha automaticamente teve como base fraude eleitoral.
Leia Mais ►

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Rede de fake news pró-Bolsonaro continua operando no Whatsapp

Falando Verdades - A rede de fake news bolsonarista continua atuando ativamente no aplicativo de mensagens Whatsapp, segundo reportagem do UOL, as contas que foram usadas na eleição de 2018, cerca de 80% da estrutura continua ativa e segue espalhando fake news e mirando adversários políticos de Bolsonaro espalhando pautas a favor do presidente, as informações do UOL, foram obtidas por coletivos de ativistas digitais como o "Hackers pela democracia", que conseguiu mapear 1355 linhas telefônicas que continuam a operar o compartilhamento em massa de notícias falsas pró-Bolsonaro.
Leia Mais ►

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Política: 'A radicalização invisível da direita brasileira no WhatsApp'. Por David Nemer

Por David Nemer* - Nas semanas finais da eleição presidencial, no ano passado, um boato perverso sobre Fernando Haddad se espalhou pelas redes sociais. O ex-prefeito de São Paulo e último adversário do direitista autoritário Jair Bolsonaro defendia a pedofilia gay. Era uma informação tão obviamente falsa, mas tão disseminada, que veículos de imprensa legítimos e até mesmo a campanha de Haddad forma obrigados a negá-la vigorosamente.
Leia Mais ►

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Whatsapp: áudio e ódio - charge do Duke

Leia Mais ►

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Pesquisa: Brasil tem a população que mais acredita em fake news no mundo

Por Maria Fernanda Garcia, no Observatório do Terceiro Setor - Segundo dados de uma pesquisa divulgada no fim do ano passado pelo Instituto Ipsos, os brasileiros são os que mais acreditam em fake news (notícias falsas) no mundo. De acordo com o estudo, no Brasil, 62% dos entrevistados admitiram já ter acreditado em alguma notícia falsa.
Leia Mais ►

domingo, 20 de janeiro de 2019

Política no WhatsApp: 'Nada como um dia após o outro'

O Bem blogado recebeu isso através do WhatsApp. A autoria é desconhecida, mas verdadeiramente o texto é um "achado". Segue na íntegra. "Quem metia o pau no Lula pelo "enriquecimento" ilícito do Lulinha tá falando: "Votei no pai e não no filho". Quem apoiava o MP pelas denúncias contra o PT tá dizendo: "Isso é armação com documentos forjados".
Leia Mais ►

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Funcionária que disparou mensagens em massa pelo WhatsApp para Bolsonaro ganha cargo no Governo

Funcionária da agência de comunicação AM4, que contratou disparos em massa de mensagens de WhatsApp para a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL), Taíse de Almeida Feijó, foi nomeada para um cargo comissionado na função de assessora do gabinete do secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, um dos principais articuladores da campanha do presidente eleito.
Leia Mais ►

domingo, 23 de dezembro de 2018

Bolsonaro e as redes sociais: a mentira e a manipulação sem intermediários

"Nos anos 1930, um cabo austríaco falava às massas sem intermediários. Usava o rádio e a praça pública. Hoje um capitão reformado brasileiro faz o mesmo usando as redes sociais. Mudam os meio, mas os fins são semelhantes. O afastamento das chamadas associações intermediárias do jogo democrático, como partidos e sindicatos, é típica de governos autoritários.
Leia Mais ►

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

'O zap que afaga é o mesmo que apedreja'

Por Cefas Carvalho, no SaibaMais - Qualquer pessoa com o mínimo de percepção da realidade sabe que a eleição presidencial foi, em grande parte, decidida por informações falsas, as Fake news, transmitidas por grupos de Zap. Após as eleições, descobrimos que esse surto de notícias falsas e sua disseminação não eram orgânicas, mas, sim planejadas, sistematizadas e dentro de uma estrutura cara e bem montada com origem nos EUA e ramificações mundiais.
Leia Mais ►

domingo, 2 de dezembro de 2018

Eleições 2018: fraude com CPF permitiu disparos em massa através do WhatsApp durante a campanha

Via: O Essencial - Reportagem de Patrícia Campos Mello, publicada hoje na Folha, descreve o submundo das empresas que criaram artifícios para fazer disparos em massa durante a campanha eleitoral. Uma das empresas prestou serviços para uma produtora da campanha de Jair Bolsonaro. As informações publicadas confirmam reportagem anterior, publicada logo depois da eleição 
Leia Mais ►

domingo, 21 de outubro de 2018

Polícia Federal abre inquérito para investigar atuação de empresas no WhatsApp

Brasília, DF (FolhaPress) - A Polícia Federal instaurou neste sábado (20) inquérito para apurar a disseminação, por empresas, de mensagens em massa no WhatsApp relativas à disputa presidencial. A informação foi confirmada pelo Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que determinou a instauração da investigação, nos termos do pedido feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. 
Leia Mais ►

sábado, 20 de outubro de 2018

Whatsapp na mente - charge do Genildo Ronchi

Leia Mais ►

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Whatsapp notifica agências que disparam mensagens anti-PT

O WhatsApp enviou notificação extrajudicial para as agências Quickmobile, Yacows, Croc services e SMS Market determinado que parem de fazer envio de mensagens em massa e de utilizar números de celulares obtidos pela internet, que as empresas usavam para aumentar o alcance dos grupos na rede social. A empresa também baniu as contas do WhatsApp associadas a essas agências.
Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger