Mostrando postagens com marcador WhatsApp. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador WhatsApp. Mostrar todas as postagens

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Whatsapp: áudio e ódio - charge do Duke

Leia Mais ►

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Pesquisa: Brasil tem a população que mais acredita em fake news no mundo

Por Maria Fernanda Garcia, no Observatório do Terceiro Setor - Segundo dados de uma pesquisa divulgada no fim do ano passado pelo Instituto Ipsos, os brasileiros são os que mais acreditam em fake news (notícias falsas) no mundo. De acordo com o estudo, no Brasil, 62% dos entrevistados admitiram já ter acreditado em alguma notícia falsa.
Leia Mais ►

domingo, 20 de janeiro de 2019

Política no WhatsApp: 'Nada como um dia após o outro'

O Bem blogado recebeu isso através do WhatsApp. A autoria é desconhecida, mas verdadeiramente o texto é um "achado". Segue na íntegra. "Quem metia o pau no Lula pelo "enriquecimento" ilícito do Lulinha tá falando: "Votei no pai e não no filho". Quem apoiava o MP pelas denúncias contra o PT tá dizendo: "Isso é armação com documentos forjados".
Leia Mais ►

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Funcionária que disparou mensagens em massa pelo WhatsApp para Bolsonaro ganha cargo no Governo

Funcionária da agência de comunicação AM4, que contratou disparos em massa de mensagens de WhatsApp para a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL), Taíse de Almeida Feijó, foi nomeada para um cargo comissionado na função de assessora do gabinete do secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, um dos principais articuladores da campanha do presidente eleito.
Leia Mais ►

domingo, 23 de dezembro de 2018

Bolsonaro e as redes sociais: a mentira e a manipulação sem intermediários

"Nos anos 1930, um cabo austríaco falava às massas sem intermediários. Usava o rádio e a praça pública. Hoje um capitão reformado brasileiro faz o mesmo usando as redes sociais. Mudam os meio, mas os fins são semelhantes. O afastamento das chamadas associações intermediárias do jogo democrático, como partidos e sindicatos, é típica de governos autoritários.
Leia Mais ►

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

'O zap que afaga é o mesmo que apedreja'

Por Cefas Carvalho, no SaibaMais - Qualquer pessoa com o mínimo de percepção da realidade sabe que a eleição presidencial foi, em grande parte, decidida por informações falsas, as Fake news, transmitidas por grupos de Zap. Após as eleições, descobrimos que esse surto de notícias falsas e sua disseminação não eram orgânicas, mas, sim planejadas, sistematizadas e dentro de uma estrutura cara e bem montada com origem nos EUA e ramificações mundiais.
Leia Mais ►

domingo, 2 de dezembro de 2018

Eleições 2018: fraude com CPF permitiu disparos em massa através do WhatsApp durante a campanha

Via: O Essencial - Reportagem de Patrícia Campos Mello, publicada hoje na Folha, descreve o submundo das empresas que criaram artifícios para fazer disparos em massa durante a campanha eleitoral. Uma das empresas prestou serviços para uma produtora da campanha de Jair Bolsonaro. As informações publicadas confirmam reportagem anterior, publicada logo depois da eleição 
Leia Mais ►

domingo, 21 de outubro de 2018

Polícia Federal abre inquérito para investigar atuação de empresas no WhatsApp

Brasília, DF (FolhaPress) - A Polícia Federal instaurou neste sábado (20) inquérito para apurar a disseminação, por empresas, de mensagens em massa no WhatsApp relativas à disputa presidencial. A informação foi confirmada pelo Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que determinou a instauração da investigação, nos termos do pedido feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. 
Leia Mais ►

sábado, 20 de outubro de 2018

Whatsapp na mente - charge do Genildo Ronchi

Leia Mais ►

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Whatsapp notifica agências que disparam mensagens anti-PT

O WhatsApp enviou notificação extrajudicial para as agências Quickmobile, Yacows, Croc services e SMS Market determinado que parem de fazer envio de mensagens em massa e de utilizar números de celulares obtidos pela internet, que as empresas usavam para aumentar o alcance dos grupos na rede social. A empresa também baniu as contas do WhatsApp associadas a essas agências.
Leia Mais ►

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

O desafio das "fake news" nas eleições de 2018

DW/Brasil - Enxurrada de notícias falsas nas redes levam autoridades brasileiras a discutir leis para combater o problema. Especialistas, no entanto, alertam para os riscos à liberdade de expressão. - O filho do ex-presidente Lula é dono do frigorífico JBS. A ex-presidente Dilma Rousseff tentou o suicídio ao se ver encurralada pelo impeachment. O delator Alberto Yousseff foi encontrado morto na véspera das eleições de 2014.
Leia Mais ►

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Internet: Conheça os golpes e saiba como se proteger no WhatsApp


Em quase todas as semanas o Olhar Digital informa que um novo golpe está assustando os usuários de um dos principais aplicativos de conversação da atualidade: o WhatsApp. Para que você não fique perdido no meio de tantas ameaças, preparamos este guia que explica como os golpes funcionam e como você pode se proteger.


Em geral, os mal-intencionados se aproveitam da mesma vulnerabilidade para tentar fazer vítimas: a falta de informação dos usuários. Os golpes pouco se diferenciam uns dos outros e prometem recursos surpreendentes, pacotes de emojis e até cupons de desconto. Tudo o que usuário vai ganhar é uma dor de cabeça bem grande.

Com alguma proposta tentadora, a vítima clica no link recebido e, então, é incentivada a compartilhá-lo com uma certa quantidade de amigos e, às vezes, até mesmo em grupos. Depois disso, o usuário é encorajado a preencher um cadastro com informações como nome e número de celular. Ao invés de liberar o tal recurso ou o pacote de emojis, o formulário preenchido cadastra o usuário em serviços pagos de SMS.

Esses serviços geralmente não são baratos e costumam acabar com os créditos de linhas pré-pagas em poucos dias. Pior para os internautas com planos pós-pagos, que têm uma surpresa nada agradável na fatura seguinte.

Esses golpes, no entanto, são mais simples de serem identificados e menos prejudiciais do que alguns ataques. Recentemente, por exemplo, arquivos de Excel com vírus estavam sendo compartilhados no aplicativo. Ao abrir as supostas planilhas, o usuário acabava sendo infectado por um malware que roubava dados pessoais e bancários do usuário, senhas e até o código PIN do telefone.

Cinco dicas para você não ser a próxima vítima:
  • Pacotes de emojis:
É impossível instalar pacotes adicionais de emojis no WhatsApp. Não existem emojis secretos. Novos emojis são disponibilizados apenas em atualizações do WhatsApp que são baixadas pela App Store, Play Store e Windows Store. Cuidado com os golpes desse tipo!
  • Novos recursos:
Novamente, as atualizações do WhatsApp acontecem somente pelas lojas oficiais do sistema operacional do seu smartphone. Não é possível instalar qualquer recurso manualmente.


  • Mensagens com links:
Fique esperto se você receber alguma mensagem com um link prometendo algo se você clicar nele. Na grande maioria das vezes é golpe e você pode ser cadastrado em serviços pagos e também ter dados pessoais contidos na memória do seu smartphone roubados.
  • Cupons de desconto:
Essa é outra modalidade do mesmo golpe. Ela oferece cupons de desconto em redes de alimentação e nas mais diversas lojas caso o usuário preencha algum cadastro. Existe também uma variação do golpe com passagens aéreas de empresas como a LATAM, por exemplo.
  • Mensagens de desconhecidos:
Você recebeu a mensagem de um número que não conhece e nela contém algum link? Não clique! Muito provavelmente se trata de algum golpe que foi compartilhado usando técnicas de spam. É possível que seu número de telefone esteja cadastrado em alguma lista adquirida pelos criminosos.
Caí no golpe. E agora?
Você tomou todas as precauções necessárias, mas mesmo assim acabou sendo cadastrado em algum serviço de mensagens pagas ou teve seu smartphone infectado por algum malware? Calma, há solução para esses problemas.
  • Alerte seus contatos:
A primeira coisa a fazer é alertar toda a sua lista de contatos sobre o golpe, principalmente os contatos com quem você compartilhou a mensagem mal-intencionada. Faça isso o quanto antes para evitar que eles também se tornem vítimas da emboscada.
  • Cancele os serviços:
Depois disso, é hora de cancelar os serviços nos quais o seu número foi cadastrado. Você pode fazer isso ligando diretamente para a sua operadora e relatando o que aconteceu. As empresas de telefonia têm a obrigação de revelar os serviços em que o cliente está cadastrado. Lembre-se de anotar os números de protocolo das ligações para que você possa cobrar as operadoras caso venha a ter algum problema.
  • Instale ou atualize seu antivírus móvel:
É melhor prevenir do que remediar. Instale um antivírus em seu smartphone e certifique-se de que ele esteja sempre atualizado. Caso não saiba qual programa instalar, nós montamos uma lista com os melhores antivírus para Android. Para iPhones, as melhores opções atualmente são o Avast e o Avira.

***

Por Rodrigo Loureiro, no http://olhardigital.uol.com.br/

Leia Mais ►

terça-feira, 19 de julho de 2016

Por que o WhatsApp está fora do ar no Brasil

Da Redação da Galileu – "Por medida judicial, hoje o WhatsApp está bloqueado no Brasil. Pela terceira vez, trata-se de uma represália contra o Facebook. A empresa que é dona do app se recusa a ceder informações privadas à justiça. Desta vez, a decisão partiu da juíza de fiscalização da Comarca de Duque de Caxias do Rio de Janeiro, Daniela Barbosa. A multa para as operadoras que não cumprirem a decisão é de R$ 50 mil por dia. Ainda não há previsão de retorno.



Apesar disso, ainda há quem consiga utilizar o app sem problemas. Quem faz o acesso por wi-fi empresarial (que usa endereços estrangeiros para acessar a rede) ou faz parte de operadoras que não receberam a notificação (como a Algar, a Sercomtel e a Porto Seguro Conecta) continua trocando mensagens normalmente.

Vale lembrar que o uso de VPN, para drilblar a proibição, deve ser feito com cautela. Redes VPN possuem acesso a TODOS os seus dados — e não é raro que façam mal uso deles."

***

Leia Mais ►

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

WhatsApp se arma para enfrentar operadoras

Da Redação do Olhar Digital – "Um pedido da desenvolvedora do aplicativo WhatsApp revelou uma preparação da empresa para um possível bloqueio de seus serviços por parte das operadoras de telefonia. E parece que o primeiro país que deve sofrer com as limitações impostas pelas grandes teles é a Itália, já que a equipe de tradução de software naquele país recebeu pedidos para adicionar frases na versão italiana do aplicativo.


E as frases justamente tratam de alertar os usuários sobre a ação de operadoras para limitar o serviço. Veja os avisos abaixo:
  • Não foi possível efetuar a ligação pois sua operadora restringe ligações pelo WhatsApp. Tente se conectar ao Wi-Fi e ligue novamente.
  • Não foi possível efetuar chamada porque seu celular está conectado a uma rede que não permite ligações pelo WhatsApp. Conecte-se a outra rede ou desligue o Wi-Fi.
  • Seu plano de telefonia não permite realizar chamadas pelo WhatsApp. Tente mudar para outra operadora, ou se conectar a uma rede Wi-Fi.
  • Sua rede WiFi impede a realização de chamadas pelo WhatsApp. Tente trocar de rede ou deligar seu WiFi e use seu plano de dados móveis.
  • Operadora de celular ou rede WiFi não permite a realização de chamadas pelo WhatsApp.
Veja abaixo a mensagem original enviada aos desenvolvedores italianos:

Vale a pena lembrar que, no Brasil, as teles já pretendem taxar a função de chamadas por voz nesse tipo de aplicativo, já que precisam pagar um taxa anual para a Anatel para manter seus números de clientes ativos. Será que a ideia vai vingar no Brasil e o WhatsApp passará a ter recursos pagos? O Olhar Digital está cobrindo o assunto e vai avisar sobre qualquer mudança no cenário brasileiro de telecomunicações. Fique ligado."

***
Leia Mais ►

Arquivos

Site Meter

  ©Blog do Guara | Licença Creative Commons 3.0 | Template exclusivo Dicas Blogger